5 Dicas de Iluminação Residencial


Na hora de trabalhar com iluminação residencial, existem uma série de fatores que podem fazer o seu projeto ser o melhor ou o pior do mundo. E aí, como fazer para saber o que pode estragar ou deixar seu projeto de iluminação impecável?


É sobre isso que iremos falar hoje no blog! Neste texto você terá dicas de como ter um projeto de iluminação funcional e que atenda suas necessidades. Vamos te ensinar como evitar rombos financeiros, problemas elétricos e situações incômodas.


Vamos lá!


1. Avaliar necessidades


É importante entender, em primeiro lugar, o seu ambiente e suas necessidades. Para isso é interessante fazer uma entrevista inicial com a equipe técnica. Assim será possível avaliar qual será a incidência de luz solar, se o pé direito influenciará, qual será a pegada do projeto, entre outros detalhes gerais.


Isso vai mudar de cliente para cliente, e é uma dica boa para ser seguida mesmo se o ambiente for comercial, residencial ou paisagista. Dessa maneira será possível alinhar as expectativas do cliente com as técnicas que o designer e técnico de iluminação podem oferecer.


Você, como cliente, sabe o que quer? Diga ao designer! Se você quer um espaço para receber amigos, algo aconchegante, com iluminação para cinema, festas, música...independente de qual for sua necessidade, diga para a equipe que eles criarão um projeto de acordo com suas necessidades.


Falando em projetos, vamos falar um pouco sobre o luminotécnico.


plafon metal bola de vidros

Figura 1 - O Lustre é belo. Mas cabe no orçamento?


2. Projeto Luminotécnico


Junto da parte elétrica existe o projeto luminotécnico. Ambos devem ser elaborados em conjunto porque a iluminação precisa de alguns requisitos elétricos. Um exemplo que podemos dar é a potência necessária para que um conjunto de lâmpadas (ou mesmo apenas uma) possa funcionar.


Lâmpadas como o LED são bastante difundidas hoje, logo existe uma ideia de qual é a potência necessária para que ela funcione. Mas ainda assim é interessante ter um técnico responsável por essas informações para que o projeto luminotécnico não venha te dar dores de cabeça.


3. Conceitos conhecidos


Se você acompanha nossas publicações, já deve ter visto que estamos sempre falando sobre diferentes conceitos de iluminação. Aqui você pode encontrar conteúdo sobre:


Luz difusa

temperatura de cor

refletância

luz pontual e direta






Todas essas ideias devem fazer parte do seu projeto de iluminação. Na hora de lidar com o seu caso, é importante aplicar tudo o que for possível para que o resultado seja o melhor de todos. Por isso, procure profissionais que saibam o que estão fazendo e que conheçam os conceitos que citamos aqui, no mínimo.


4. Orçamento é importante!


Quanto você pode gastar no projeto? de nada adianta fazer milhares de planejamentos se você não tem muitos recursos pra investir em iluminação. Por isso, faça um orçamento e avalie o quanto você pode pode gastar nele.


Se você tem R$5.000 disponíveis, por exemplo, informe isso à equipe de iluminação e faça um orçamento que se encaixe nesse valor. Se souberem que é isso que você tem disponível para investir, eles irão criar o plano mais adequado possível para suas necessidades.


Não se importe se o seu budget for baixo. Um dos trunfos da iluminação é o fato dela ser adaptável. Muitas vezes você pode fazer o mesmo efeito com menos lâmpadas, utilizando potências diferentes para criar um fluxo luminoso maior. Com essa simples alteração você pode conseguir uma economia no projeto e alcançar os mesmo efeitos.


custos projeto de iluminação

Figura 2 - Planeje bem na hora de investir em iluminação


5. Use produtos de qualidade


Sabe aqueles comerciais da Tigre sobre os riscos de economizar através da escolha de produtos de procedência duvidosa? Este é o mesmo conceito aplicado aqui. Evite equipamentos meramente baratos e de marcas desconhecidas. Fuja também de LEDs 'chuveirinho', que não ilumina direito.


Hoje o LED é um produto que não é tão caro e que pode ser facilmente encontrado. Invista nessa tecnologia, mas de marcas conhecidas. Com o tanto de lojas sérias e empresas que se preocupam com a qualidade, procure essas marcas e peça ajuda. Tenha referências em iluminação, elétrica e design.


Se você fizer isso, as chances de ter um projeto funcional, bonito e duradouro são gigantescas. Sendo assim, foque na qualidade!


6ª dica de iluminação residencial: fale conosco!


Gostou das dicas de hoje? Esperamos que elas tenham sido úteis! Se você precisar de ajuda com este assunto, entre em contato pelos nossos canais oficiais ou mande um comentário abaixo. Estamos aqui para te ajudar!




Clique na foto abaixo para assistir o vídeo:

Canal Luz Decor e Acao - 5 Dicas de Iluminação Residencial

Siga-nos em todas as redes sociais:


YouTube: http://bit.ly/LuzDecorEacao

Instagram: https://www.instagram.com/emporioluz/

Facebook: https://www.facebook.com/EmporioLuz/

Facebook 2: https://www.facebook.com/luzdecoreacao/

Pinterest: https://br.pinterest.com/emporioluz/

Twitter: https://twitter.com/emporio_luz

Google +: https://plus.google.com/+Emp%C3%B3rioLuzDesignS%C3%A3oPaulo