Reforma de Apartamento Antigo feat. Christian Rabeque


Como sempre fazemos, hoje é dia de mais um projeto real! Dessa vez você acompanhará a modernização de um apartamento dinâmico, usado tanto para ocasiões familiares como para atividades individuais. Como fazer uma obra que se encaixe nas necessidades de todos?


É o que você verá agora! Esta obra foi capitaneada pelo arquiteto Christian Rabeque, que precisou adaptar diferentes ideias e vontades dos moradores da casa para construir uma solução única e que fosse capaz de agradar a todos, sejam moradores ou visitantes recorrentes.


Será que as clientes gostaram do resultado? Vamos ver!


Qual sua formação e como você entrou nesse mundo da decoração?


Christian: Sou formado em Arquitetura e meu primeiro trabalho foi com Engenharia e Arquitetura, em um banco. Naquela experiência já gostei da área. Quando via as pessoas desenhando me sentia feliz porque é um negócio que eu gosto. Naquela época não havia AutoCAD, então era tudo feito à mão, o que fazia o desenho se tornar algo interessante.


Foi aí que nasceu minha vontade de seguir carreira em arquitetura.


Porque optou por cursar Engenharia, agora?


Christian: Acho que essa opção veio para desbravar limites. A arquitetura é uma forma mais humana de pensar, estando ligada ao contexto das coisas. Já a engenharia é exata, não tem muita mobilidade. É número, algo fechado, sendo uma forma de deixar em pé aquilo que o arquiteto criou.


Ambas estão ligadas, então não vejo uma separação entre elas. Para mim o objetivo foi de entender como isso funciona, já que a engenharia tem também seu lado interessante.





Quais os maiores desafios de sua carreira?


Christian: Desafio eu creio que sempre existam vários. Em relação a projetos, como realizar e entender, eu nem vejo tanto como um desafio em si. O que acho mais desafiante são as pessoas. Cada pessoa é de um jeito, tem desejos e expectativas diferentes, querendo criar ou realizar sonhos. Não é tão fácil traduzir e realizar isso.


Trabalhar com equipes de mão-de-obra, que possuem concepções diferentes das nossas, levar em conta a concepção do cliente...logo, é um envolvimento de várias pessoas, de várias culturas diferentes, o que torna o processo mais difícil.


Eu costumo dizer que todo mundo tem que entender que a obra não é feita sozinho. Eu crio, mas a galera que está comigo também participa, eles também tem sua cota de atuação. Só assim o trabalho flui de maneira bacana.


E o cliente em si. Fazer um projeto de design de interiores é uma coisa e reformar ou construir uma casa do zero é outra, mais diferente ainda, porque envolve os sonhos e vontades da pessoa.


Por essas e outras eu acredito que trabalhar com pessoas é o mais difícil da vida e não acho que isso vá mudar. Cada obra é única, cada uma é como uma obra de arte.


Como foi o projeto citado neste texto?


Christian: Ele foi bacana, teve duas partes interessantes. Quando chegamos já havia uma certa ansiedade de a gente trazer um balde de ideias e realizações, o que nem sempre acontece. Nós não somos uma fábrica que sai criando coisas a cada 5 minutos.


Nesse case que apresentamos hoje, as coisas não integravam. Tinha um pouco de tudo e de todo mundo que fazia parte da família e passava por aqui. Logo, a ideia da dona era deixar a sala de maneira confortável e agradável tanto pra ela como para as pessoas que ela recebe e sua mãe, que também vive no local.



Figura 1 - Resultado de como a sala ficou


Christian: Como ela gosta de receber muitas pessoas, essa foi uma de suas premissas. Outro ponto importante foi a iluminação. Ela queria algo bem iluminado e diferenciado. Sendo assim utilizamos a iluminação como ponto de início para o projeto. Não que isso seja algo de todos os projetos que faço, mas foi o caminho utilizado neste caso.


Por ser um espaço dinâmico, criei sugestões de ambientes e apresentei para a cliente, para que houvesse como entender de que forma cada modelo iria se contrapor. Como é um ambiente que é utilizado tanto para uma conversa como para um crochê, dependendo de quem estiver nele, era necessário ter esse dinamismo.


Isso foi algo interessante, já que deixou o resultado final com uma pegada contemporânea, mas sem ser nada rebuscado, já que a própria cliente solicitou esse cuidado. Outro ponto interessante foi a necessidade de deixar o ambiente livre para as pessoas transitarem, sem que a mãe da cliente, que é uma senhora, tivesse problemas.



Veja também: Lâmpada de LED economiza mesmo?



Com isso conseguimos combinar a necessidade do cliente com o que poderia ser feito.


Como estilo, optei por algo minimalista, já que é minha pegada individual. Mas é importante ressaltar que isso não é uma situação que se traduz para todos os clientes. Cada um deles tem um jeito e formato, e é isso que guia o projeto. Às vezes o cliente vem com muitas ideias, e utilizamos isso, além do nosso conhecimento, para criar um projeto interessante e com as questões levantadas por ele.


Como era o apartamento antes da reforma?


Christian: Era muito diferente (risos). Sendo um prédio na faixa dos 30 anos, ele estava bem ao gosto do cliente, da maneira como o cantinho delas havia sido preparado ao longo dos anos.


Tínhamos uma parede verde com um teto de pegada clássica, com rodatetos largos. Havia molduras na parede, mas esteticamente não havia nada. Não havia mesa de jantar, apenas um sofá no canto com cadeiras da cozinha. Era um pouco do que todos achavam que deveria ser a sala, mas nada que a cliente efetivamente gostaria.



Figura 2 - Como o hall era antigamente


Entendendo essa solicitação dela, buscamos deixar o ambiente único, mas de forma bacana, onde todos possam conviver de forma confortável.


Optamos por um painel gigante para a TV e toda a solução de áudio e vídeo, tendo todos os fios e 'bastidores' escondidos. Antigamente tínhamos ali um rack com um painel pequeno e aquele monte de fiação jogada e aparente. Procuramos então colocar um padrão naquilo.


Com nosso trabalho conseguimos deixar o ambiente tranquilo, intimista e agradável, de forma que a sala ficasse clean e elegante. Cores suaves e tons de branco e preto nos auxiliaram nisso. No painel de madeira optamos por ébano.


Leia mais: Qual iluminação ideal para casa?


Para o hall de entrada escolhemos algo minimalista, deixando as paredes revestidas em madeira, deixando o ambiente qualificado e simples. Acho que a madeira ajuda nesse tom intimista que foi buscado, além de passar uma sensação de aquecimento e conforto.


No hall de entrada do elevador a parede era cheia de textura e não tinha uma identidade. E eu também não queria colocar apenas um aparador ou espelho, acho que são soluções batidas demais. Sendo assim criamos um projeto de iluminação com a Empório Luz, que sempre tem materiais de qualidade e nos apoia com ideias, o que me ajuda.


Figura 3 - Empório Luz marcando presença neste projeto


Com isso criamos esse painel em LED. Aliás, tudo de iluminação nesta obra leva LED, tendo em vista que é a melhor opção para o consumidor a longo prazo. Ele foi utilizado no hall social interno e no lavabo atrás do espelho, por exemplo. Pra mim iluminação é o principal, e conseguimos traduzir o que a cliente queria.


O que a cliente achou do resultado final?


Christian: Apesar dos transtornos que ocorreram pela obra ter sido feita com a moradora na casa, como quebra de materiais e a movimentação do pessoal da mão-de-obra, ela acabou adorando o resultado, com uma satisfação enorme.


Até mesmo nós que fizemos ficamos felizes ao percebemos como era e como ficou. Todo mundo, agora, chega e diz: "uau, que diferença! Eu queria isso." Isso é muito bacana.




Figuras 4 e 5 - Outras imagens de como o projeto ficou


Como faço para ter uma obra dessas?


Bom, meus contatos são estes abaixo. Basta entrar em contato e tirar suas dúvidas, que responderemos da melhor maneira possível.


°Email: rabek2@gmail.com

°Fone: 11 940311307

°Site: www.christianfabio.wix.com/rabequeinteriores



Clique na foto abaixo para assistir o vídeo:

reforma apartamento antigo

Siga-nos em todas as redes sociais:


YouTube: http://bit.ly/LuzDecorEacao

Instagram: https://www.instagram.com/emporioluz/

Facebook: https://www.facebook.com/EmporioLuz/

Pinterest: https://br.pinterest.com/emporioluz/

Twitter: https://twitter.com/emporio_luz

Google +: https://plus.google.com/+Emp%C3%B3rioLuzDesignS%C3%A3oPaulo