5 Erros e acertos na Iluminação Residencial


Como você já deve ter visto, estamos sempre trazendo conteúdos diferentes aqui no blog, buscando te fazer cada vez mais informado.


Dessa vez, o cinegrafista do nosso canal no YouTube deu uma ideia super interessante: A de falarmos sobre ambientes certos e errados, a partir da análise de fotos de iluminação residencial.

Como sempre topamos um desafio, aceitamos essa ideia! Vamos ver aqui os erros e acertos cometidos em cada projeto. A ideia é não só de te ajudar a ter um olhar mais crítico, mas também para abrir um espaço aqui na Empório Luz. Se você quiser ter seu ambiente ou ideias de ambiente analisadas por nós, fale com a gente! Teremos muito prazer em e ajudar.

Enfim, vamos lá!

 

 

1 - Ambiente com Pendentes




O primeiro ambiente é um baseado em pendentes, tendo o clássico Pendente Bossa-Nova aparecendo em sua estruturação. A mesa é branca, tendo uma composição legal com as cadeiras. Na traseira há uma luz pontual, sendo possível utilizar quadros ou outros elementos para focalizar.

 

A cena em questão não tem muitos elementos, não sendo assim aquele queijo suíço o qual sempre criticamos. Esse pendente utilizado à direita é interessante porque ele joga o foco na mesa, mas também joga luz indireta para cima, aproveitando bem o elemento luminoso.

Na esquerda há mais dois pendente, o uso da cor amarela e de madeira de demolição. Existem dicróicas no teto e um espelho na parede. Talvez essa dicróica não fosse a melhor ideia porque o foco luminoso dela será a cabeça da pessoa, e não algum ponto do ambiente em si, o que não é o ideial, conforme já falamos nesse vídeo.

Um dos 5 erros mais comuns cometidos na iluminação é ter muitos elementos juntos. Na sala já temos dois pendentes lindos. Ter 4 no mesmo ambiente acaba ficando demais. Talvez os dois pendentes da esquerda pudessem ser modificados para um plafon ou outra peça mais simples, para não atraírem muita atenção.

Creio que também não colocaria aqueles embutidos no meio, para que o foco não ficasse na cabeça das pessoas. E se não for de LED,pior ainda, por que vão levar calor até elas. Ninguém quer uma situação dessas em casa, não é mesmo?


2 - Cozinha americana




Essa cozinha tem bastante elementos de iluminação. Muitos pendentes e alguns plafons mais esticados também. É uma cozinha bem no estilo americano, sendo que a pessoa aparenta amar iluminação, afinal ela usou praticamente tudo o que podia. O lado positivo é que o tom de cor é mais amarelo, variando de 3000K a 4000K, o que faz sentido para uma cozinha para receber amigos e família.


Os pendentes acima da bancada também estão ok, dando um aspecto decorativo. O que acaba incomodando são os 4 plafons. Está com aquele ar de hotel. Seria interessante usar algo mais slim e linear, até para que o desenho da arquitetura pudesse ser acompanhado. Mesmo peças redondas poderiam ser usadas, desde que fossem mais finas e dessem mais destaque para os dois pendentes.

A iluminação lateral tem a ideia de dar amplitude para o ambiente. O fato de usar fitas de LED ao redor de toda a cozinha não foi uma decisão inteligente. Até embaixo da pia tem! Quando as pessoas sentarem na mesa do centro, até as pernas delas serão iluminadas. Ao invés de tantas fitas, poderiam ser escolhidos um ou dois pontos para que elas fossem utilizadas.

Se você olhar no meio da foto, dá pra ver que tem um quadro mais atrás da cena. Ele está escondido e sem iluminação. O ideal seria ter algo que focasse o produto, como uma dicróica. Para saber a escolha correta, seria necessário medir a distância pro teto.


3- Outra cozinha americana




Essa cozinha parece um pouco com a outra. O lustre é bem americanizado, com vidro nas pontas. O próprio tipo do vidro lembra um tom mais colonial, de época. A bancada é clara, com tons de madeira do armário planejado. Nesse caso, a iluminação dos spots são para direcionar a luz dos itens que tem dentro dos armários, iluminando as portas dos mesmos, e as fitas de LED complementam a sombra que o próprio armário faz na bancada.


A técnica usada, nesse caso, foi contornar a pia com alguns spots, iluminando bem a bancada. Porém, existem dois que estão iluminando apenas a parte de cima do armário, o que diminui sua utilidade. Apesar de estarem bem dispostos, eles deveriam ser colocados um pouco mais para a frente.

Outro ponto divergente é o pendente em cima da torneira. Acredito que ele poderia muito bem sumir dali sem dar prejuízo para a obra.
Poderíamos substituir ele por um spot, direcionando a luz nesse local de trabalho.




4- Cozinha Clean




Já essa cozinha é mais clean que as demais. Isso é legal porque dá uma expandida na luz, já que o piso é branco. Para cima existe menos refletância, já que a pia e os outros elementos de decoração são mais escuros. Existem apenas dois spots com três lâmpadas no teto.


Bom, essas peças são para iluminação pontual. Porém, como são três lâmpadas, elas irão criar uma bola de luz, já que estão juntas. É possível perceber isso no chão da cozinha. Dá pra ver que elas chegam longe se você observar a coifa e a luz que etá presente nela.

O problema é que a pia não tem qualquer iluminação que a coloque em evidência. Sendo o lugar de trabalho da cozinha, esse é um erro que não pode acontecer quando se fala em iluminação. Seria interessante mudar os spots para três peças individuais, de acordo com o tamanho da pia.

Trabalhando na angulação e altura seria possível iluminar tanto a pia como as outras áreas da cozinha. Nesse vídeo o Bruno Mantovani explica um pouco melhor como a Empório Luz faz esse tipo de estudo.

Acredito que seria bom um spot de R70 ou mini-dicróica no quadro acima da pia para dar um ponto maior de destaque ao quadro. E colocaria outro spot na planta no canto direito da imagem.

 

5 - Ambiente monocromático




O último ambiente é algo mais monocromático, seguindo poucos tons de cor. Entretanto, falta cor, e quando se fala isso, também estamos falando de iluminação. Na imagem é possível ver apenas um lustre, com cristais caindo, acima da mesa redonda. Apesar de não dar pra ver todo o ambiente, já dá pra perceber que faltam elementos de iluminação.


O espaço tem pouca refletância por ser mais escuro. As lâmpadas escolhidas para esse lustre não são as ideias porque ela dá um efeito de luz e não uma luz propriamente dita. Ao fundo você pode ver os sofás, não sendo possível ver spots ou nada que coloque mais cores nele.

Há um detalhe na sanca que parece fita de LED. Se for, faria mais sentido, já que dá um bom apoio na iluminação. Mas de qualquer modo, o ambiente pede mais iluminação. Tem gente que faz a sanca acompanhando o desenho da mesa, o que é uma boa ideia que pode ser aplicada.

E aí, gostou do que viu? A ideia é que você se sinta inspirado a nos enviar cases dos seus projetos ou ideias para que lhe ajudemos, dando uma opinião técnica. Se quiser, fale conosco e aprenda cada vez mais sobre como uma boa iluminação pode ser feita. Abraços e até o próximo texto!

 

Clique na imagem para ver o vídeo:


 

 
Siga-nos em todas as redes sociais:

YouTube: http://bit.ly/LuzDecorEacao

Instagram: https://www.instagram.com/emporioluz/

Instagram 2: https://www.instagram.com/mantovanidesigner/

Facebook: https://www.facebook.com/EmporioLuz/

Facebook 2: https://www.facebook.com/luzdecoreacao/

Pinterest: https://br.pinterest.com/empo