Medições de Iluminância e Refletância


Estamos fazendo nas últimas semanas alguns textos mais técnicos, buscando capacitar você, leitor, a conhecer cada vez mais sobre o mundo da iluminação e seu lado mais engenhoso. Hoje você aprenderá conosco sobre como medir refletância e iluminância. Para nossos testes, faremos da mesma que forma que um dos últimos textos, utilizando uma caixa para isso.


Vamos ver qual a diferença? Acompanhe conosco nas próximas linhas!


Mudanças no teste


Um pouco diferente do último teste que fizemos, dessa vez a caixa está pintada de forma escura, chegando num tom bronze. Isso para que você possa perceber como usar o mesmo tipo de lâmpada pode vir a iluminar menos. Esse é um conceito de refletância, que nada mais é do que a relação entre a luz emitida e seu reflexo no ambiente. Você entenderá melhor vendo os testes que vamos realizar com você.


A refletância vai variar de acordo com o fluxo luminoso. Nosso teste será feito com uma PAR 20 e um bulbo de LED. Um exemplo que podemos dar é a refletância na madeira. Se a madeira tiver uma superfície escura, menos luz será refletida. Quando vamos pra um espaço mais claro, ela ilumina mais. Projetos luminotécnicos precisam levar isso em conta, sempre.


Quem é da área, como nós, está habituado a fazer esse tipo de análise durante a elaboração de um projeto que envolva iluminação. Bom, melhor vermos o resultado desse teste, né? Então vamos lá: tudo irá começar com uma bulbo de LED de 3000k. No último teste que fizemos, com a parede branca, o resultado foi de 1193 lux. Agora, o valor foi de 803.


A lâmpada e a caixa são as mesmas, tendo mudado apenas o tom de cor no interior da caixa, que agora era bronze. Vale lembrar alguns conceitos importantes para entender os resultados deste teste e evitar problemas:

- O luxímetro mede a iluminância

- A iluminância nada mais é do que a densidade de luz emitida por uma lâmpada ou luminária

- Essa densidade é uma relação de lúmens por metro quadrado


A importância da iluminância


Alguns projetos, principalmente comerciais, possuem uma tabela de quantos lux podem ser refletidos em determinada superfície. A norma foi recentemente alterada, havendo ajustes. Por exemplo, em uma mesa de ambiente de trabalho, o valor mínimo de lux é de 500. Independente do estilo de iluminação que será utilizado no projeto, o valor tem que ser alcançado para evitar problemas com fiscalização, por exemplo.


Outros lugares podem exigir um mínimo de lux. Açougues e estádio de futebol são lugares que podem definir um valor mínimo para a iluminância necessária. Imagine que no estádio é necessário evitar um ofuscamento dos refletores que são altos e o campo também precisa de uma iluminação adequada por ser um ambiente de trabalho dos jogadores e demais pessoas, como repórteres e comissões técnicas.


Até mesmo a torcida é afetada de acordo com a iluminação utilizada. Devido a isso, existe uma norma para que não haja situações como o arder a vista devido ao ofuscamento, ou qualquer tipo de desconforto visual. Existe também a questão do bom senso. É muito importante haver uma sensibilidade para que as pessoas que frequentem o ambiente não se sintam desconfortáveis pelas técnicas de iluminação utilizadas.


Quando isso acontece é porque o lux são mais do que os necessários. Pode ocorrer também uma penumbra visual, onde você precise forçar a vista para ver o lugar de uma forma legal. Para evitar essas situações que existem os valores mínimos e máximos de acordo com a regra.


Mais testes


O próximo teste será feito com uma lâmpada PAR 20. No primeiro experimento, com caixa branca, tivemos um resultado de 807 lux. Agora temos o valor de 630. Com isso conseguimos comprovar o conceito da refletância.


Resultado_630_Iluminancia_e_refletancia.png

Figura 1 - Primeiro resultado


Para os amantes da luz fria, temos um teste com ela também! O resultado foi de 1137. Na primeira deu 1629 e agora 1137. Com isso atestamos definitivamente que o que falamos sobre refletância e iluminância faz todo o sentido, mostrando na prática para você, leitor. Nada como provar com fatos!


luz_fria_Iluminancia_e_refletancia

Resultado_1137_Iluminancia_e_refletancia

Figuras 2 e 3 - Teste com luz fria


Finalizando


Basicamente, podemos resumir o assunto de hoje da seguinte forma: a iluminância mede a intensidade de luz que vem das lâmpadas e luminárias. E a refletância vem totalmente ligada. Se você quiser iluminar uma sala com 16 metros quadrados com 10 spots de PAR 20, o local estará mais iluminado se for todo branco do que se você tiver tons mais escuros, como madeira e móveis pretos.


Assim você terá menos luz refletida no espaço. Dessa forma, a sensação de quando você entra é ter menos luz do que o ambiente branco mudando as condições de cor.


Claro, existem ambientes mais aconchegantes em que a iluminação adequada vai ser mais escura ou mais clara. Por isso dizemos que a escolha certa está alidada à criatividade de quem vai projetar e de um bom projeto de iluminação.


Gostou do que viu aqui hoje? Espero que tenha aprendido bastante e esteja pronto para iluminar seus ambientes do jeito certo. Caso tenha dúvidas, fale conosco pelas redes sociais! Estamos aqui para te ajudar da melhor maneira possível.




Siga-nos em todas as redes sociais:


YouTube: http://bit.ly/LuzDecorEacao

Instagram: https://www.instagram.com/emporioluz/

Instagram 2: https://www.instagram.com/mantovanidesigner/

Facebook: https://www.facebook.com/EmporioLuz/

Facebook 2: https://www.facebook.com/luzdecoreacao/

Pinterest: https://br.pinterest.com/emporioluz/

Twitter: https://twitter.com/emporio_luz

Google +: https://plus.google.com/+Emp%C3%B3rioLuzDesignS%C3%A3oPaulo