Blog

Dicas de decoração e iluminação para área externa

Publicado em 03/09/21 por Empório Luz.

Dicas de decoração e iluminação para área externa

Iluminação para área externa

Fala galerinha iluminada, tudo bem? Conte aqui pra gente, como está a iluminação no lado de fora da sua residência ou comércio? 

Se você acha que precisa melhorar, então esse artigo chegou na hora certa!

Para entrar em uma casa, apartamento ou comércio, é necessário antes passar pelo lado de fora, correto?

Está bem, sabemos que essa informação parece um tanto óbvia, mas não é raro vermos ambientes com a área externa mal iluminada, ou pior, sem iluminação alguma. 

Isso é um grande erro, porque a parte exterior de uma casa, apartamento ou ambiente comercial é o seu cartão de visitas.

Qual sensação você quer ter (ou quer que os visitantes tenham) antes de entrar no seu espaço? 

Acreditamos que queira transmitir beleza, bem-estar, organização, limpeza, harmonia visual e portanto, deve cuidar para que tudo esteja em conformidade com essas sensações.

Quer sugestões e ideias de iluminação para área externa? Então leia o artigo até o final e confira as dicas que separamos.

A importância da Iluminação na área externa

Separamos dois motivos principais que tornam a iluminação externa essencial em seu imóvel:

1º Segurança

Ter uma boa luz principalmente no período noturno é fundamental  para diminuir riscos de incidentes.

Um bom exemplo são as tentativas de assalto, que em um ambiente bem iluminado, são mais difíceis de acontecer.

Com uma boa visibilidade é possível perceber movimentações atípicas e executar as ações necessárias com agilidade e segurança.

Outro ponto importante é a diminuição do risco de acidentes, como tropeções em degraus e pedras, por exemplo.

2º Valorização do Imóvel

A iluminação da área externa pode contribuir para o fator estético do ambiente, e portanto, fazer com que o mesmo seja mais valorizado no mercado.

Assim como na parte interna, a luz pode ser um fator diferencial que favorece o estilo de decoração escolhido para o ambiente.

Com a iluminação é possível  evidenciar detalhes que tornam o espaço único, por exemplo, relevos, texturas, detalhes do acabamento e revestimentos escolhidos, valorizando ainda mais o imóvel.

 

Dicas de Decoração e iluminação para áreas externas

O exterior do imóvel deve ser iluminado com planejamento para que o resultado final atenda as expectativas de todos.

Vamos citar abaixo as principais áreas que compõem a parte externa e dar sugestões para decoração e iluminação destes espaços:

Fachadas

A fachada é o principal cartão de visita de um ambiente. Seja uma casa, um prédio ou um comércio.

Para a decoração, vasos com plantas grandes e o uso de texturas e revestimentos que tenham bons acabamentos fazem a diferença.

Iluminação de Fachadas

A iluminação deve evidenciar os itens utilizados, veja algumas opções:

  • Luz Pontual – A iluminação pontual em fachadas pode ser feita com ângulos mais fechados (se a intenção for proporcionar um efeito mais marcado). Spots de embutir ou sobrepor, direcionáveis, podem proporcionar esse efeito.

A altura do pé direito deve ser considerada para escolher lâmpadas que tenham eficiência luminosa compatível ao ambiente e altura.

Veja Também >>> Dicas de decoração e iluminação em pé direito duplo

  • Luz Decorativa – Composições de arandelas e embutidos de solo decoram as fachadas e iluminam de forma auxiliar. Fitas de LED também podem contornar partes da fachada, proporcionando luz indireta.
  • Refletores – Iluminam com maior potência e alcance.
Iluminação de Fachadas

Iluminação de Fachadas

 

Hall de entrada

É a área que divide a parte interna da parte externa do imóvel e é um espaço fechado.

Para a decoração, você pode utilizar itens que além de deixarem o hall de entrada bonito e aconchegante também servem para guardar peças de roupas e objetos.

Veja alguns exemplos:

  • Ganchos nas paredes – Servem para pendurar casacos e bolsas.
  • Mesas ou aparadores – São itens muito utilizados em hall de entrada e podem servir de apoio para outros objetos decorativos. Se tiverem gavetas, podem servir para guardar pequenos objetos.
  • Sapateiras – É interessante ter uma sapateira para guardar os sapatos utilizados fora de casa. Não precisa ser um móvel grande ou que ocupe muito espaço, pode inclusive ser um modelo suspenso.
  • Porta chaves e porta documentos – É sempre bom ter um lugar específico e de fácil acesso para guardar esses objetos e um suporte pode ser pendurado na parede, ou até mesmo, um nicho próprio para essa função.
  • Espelhos – O hall de entrada é o último lugar que se passa ao deixar o imóvel e o primeiro contato ao entrar nele. Portanto, ter um espelho disponível é interessante para ajustes de pequenos detalhes em roupas ou maquiagem, por exemplo.
  • Plantas- As plantas sempre transmitem frescor ao ambiente e pode torná-lo mais leve e aconchegante. No hall de entrada podem ser utilizados vasos com plantas, e até mesmo jardins verticais.
  • Banco ou Poltrona- É interessante ter um pequeno banco ou poltrona para compor a decoração do espaço.

Iluminação de Hall de Entrada

A iluminação no hall de entrada deve ser aconchegante e também funcional. Outro ponto importante é sempre aproveitar ao máximo a luz natural, caso o ambiente tenha aberturas que possibilitem a entrada de luz.

Podem ser utilizados:

  • Embutidos – Com lâmpadas de ângulo aberto para iluminação geral ou com ângulo fechado para iluminação pontual, destacando elementos decorativos e texturas.
  • Arandelas – Podem ser usadas para obter iluminação auxiliar, e ao mesmo tempo têm função decorativa.
  • Perfis de LED- Os perfis podem ser usados na iluminação geral, com um ar  discreto e minimalista, mas também podem ser usados para contornar móveis e objetos como espelhos, por exemplo.
  • Abajures e luminárias de piso- Ambos deixam o ambiente com iluminação suave e os abajures trazem aspecto de delicadeza para a decoração.
  • Lustres ou pendentes – Oferecem iluminação decorativa e podem ser usados conforme o estilo da imóvel, de forma geral, veja algumas opções:

Se o ambiente for clássico e sofisticado, opte por lustres de cristais.

Caso o espaço tenha estilo minimalista, use pendentes no formato tubo ou peças mais delicadas e em menores proporções. 

Se quiser decorar de forma mais moderna, pendentes com diferentes formatos como o estilo Sputnik ou com linhas geométricas também podem ser usados, destacando ainda mais o seu hall de entrada.

Hall de Entrada

Hall de Entrada – Fonte: Blog Inusual

 

Pátios e Quintais

Os pátios e quintais são áreas de passagem e lazer, e em sua maioria são espaços abertos.

Para a decoração, pode ser utilizado:

  • Decks em madeira – Os acabamentos amadeirados deixam o ambiente com aspecto aconchegante, o que é ideal para quintais, porque são destinados a lazer e descanso.
  • Bancos, poltronas e puffs – Podem ser usados tanto para compor a decoração como também de forma funcional, para momentos de descontração.
  • Cascalhos e Plantas – É possível delimitar uma pequena área e preenchê-la com cascalhos e vasos com  plantas.

Iluminação de pátios e quintais

Considerando que os quintais geralmente são espaços abertos, para a iluminação é possível utilizar:

  • Embutidos de solo e balizadores– Oferecem boa iluminação para o piso e podem ter função decorativas. Ambos podem ser usados em escadas e degraus.

Quintais geralmente são espaços onde crianças brincam, então a vantagem das luminárias embutidas é evitar  que as crianças esbarrem e se machuquem ou quebrem as peças, chutando bolas e arremessando outros brinquedos.

  •  Fitas de LED– A iluminação proporcionada pela fita de LED na maioria das vezes tem efeito decorativo, mas também pode ser usada em áreas de passagem para iluminar os espaços.

Uma das vantagens da fita de LED é a maleabilidade que possibilita a instalação para fazer o contorno de curvas.

  • Arandelas Também é possível a utilização de arandelas nas paredes. Mas, conforme já mencionamos, os quintais são áreas comuns de serem frequentadas por crianças, então, é preciso que as peças sejam instaladas fora do alcance delas, evitando riscos.
Quintais e Pátios

Iluminação e decoração de quintais – Fonte: Pinterest

 

Jardins

Os jardins são os espaços destinados para cultivo de plantas e flores.

A decoração deve ser pensada para evidenciar a beleza do espaço e sem interferir no desenvolvimento natural das folhas e plantas. Veja alguns itens que favorecem a decoração desse espaço:

  • Cascatas – As cascatas são pequenas fontes que deixam o local mais bonito e combinam perfeitamente com os jardins. Podem ser confeccionadas em materiais com diferentes acabamentos.
  • Vasos – Para as plantas e flores que não estejam diretamente no solo, os vasos são elementos decorativos fundamentais, fazendo total diferença nos jardins.

Além das cascatas e vasos, outros elementos já citados como os cascalhos e decks também podem ser usados.

Iluminação para jardins

A iluminação deve ser pensada de forma que valorize a beleza do espaço e com o cuidado especial de não agredir as plantas e nem interferir em seus processos naturais, como a fotossíntese, por exemplo.

Nos jardins podem ser utilizados:

  • Espetos ou fincos- São luminárias que proporcionam iluminação pontual e bem direcionada, contribuem para destacar as plantas e flores, bem como as diferentes texturas e cores existentes, trazendo contrastes de luz e sombra.

São instalados diretamente na terra e possuem diferentes modelos de acordo com a necessidade de alcance da iluminação.

  • Refletores e projetores- São fontes luminosas que possuem alta potência e são indicados para proporcionar maior visibilidade no ambiente. Também podem ser direcionados para pontos e objetos específicos do ambiente, proporcionando iluminação decorativa.
  • Postes- Assim como as sugestões anteriores, os postes são ótimas opções para a iluminação da área externa, principalmente em locais de passagens e próximos a locais de assento, porque trazem boa luminosidade e proporcionar ao ambiente externo uma luz direta, vinda de cima para baixo.

A popular luz verde deve ser evitada pois é potencialmente prejudicial para a saúde das plantas. Opte por tons amarelos ou âmbar, porque evidenciam as plantas são menos nocivas para elas.

Iluminação de Jardins

Iluminação de Jardins

 

Piscinas

As piscinas fazem parte da área de lazer e podem ficar ainda mais atraentes com uma boa decoração no entorno.

Existem situações em que ilhas são projetadas no centro das piscinas deixando um efeito muito bonito.

Além da ilha, os decks de madeira,  o acabamento das esteiras e mesas de suporte podem decorar o ambiente com personalidade e conforto.

Iluminação para piscinas

As piscinas independente de tamanho e formatos podem ser evidenciadas por uma boa iluminação.

Para o entorno é possível utilizar as luminárias já mencionadas para outros ambientes externos, como os embutidos de solo, espetos, postes, arandelas e refletores, posicionando-os de forma que garantam a segurança e evidenciem a beleza do espaço.

Para a parte interna da Piscina Você pode utilizar:

  • Embutidos subaquáticos-  Existem diferentes formatos, potências, cores e angulações de luz para iluminação embutida em piscinas. São peças produzidas com materiais que viabilizam a submersão permanente, ou seja, podem ficar embaixo da água e proporcionar iluminação dentro da piscina de forma funcional e decorativa.
  • Fibra óptica-  Outra solução para iluminação em piscinas é a utilização de fibra óptica. Também proporciona um efeito muito bonito e decorativo.

A orientação de um profissional nas escolhas dessas luminárias é sempre válida, pois te indicará produtos de segurança e qualidade. 

Iluminação

Iluminação para piscinas

 

Sacadas e Varandas

Existem condomínios que exigem um determinado padrão, impedindo a instalação ou trocas de itens da iluminação, esquadrias e pinturas nesses ambientes.

Essas normas têm o objetivo de garantir a harmonia estética da fachada e a preservação da estrutura do edifício.

As sacadas e as varandas são ambientes que devem ter um ar acolhedor e transmitir a sensação de aconchego e relaxamento. Na decoração podem ser utilizados:

  • Redes, poltronas e puffs – São perfeitos para esses ambientes porque além de decorar permite que o espaço fique mais acolhedor.
  • Mesas – Posicionadas no canto ou no centro possibilitam suporte para outros elementos decorativos e podem ser funcionais quando houver visitas no espaço.
  • Quadros – De diferentes formatos, texturas e cores, fotos da família, amigos. Os quadros além de transmitirem a personalidade do morador também reaviva memórias e vivências.

Assim como em outros ambientes já citados, as plantas nas varandas podem ser usadas em vasos decorativos ou em jardins verticais, de acordo com o gosto dos moradores.

Iluminação de sacadas e varandas

Para a iluminação, o aspecto aconchegante e acolhedor é proporcionado por tons quentes.

Nesses ambientes podemos utilizar:

  • Pendentes-  Tanto em formato unitário como também em composições. As composições por si só já trazem um elemento decorativo, mesmo que com as luminárias apagadas.

Os pendentes podem seguir a linha de decoração do espaço (clássico, rústico, moderno, contemporâneo, minimalista, industrial, etc) e deixar a luz em harmonia com o ambiente.

  • Perfis de LED- Para quem gosta da iluminação linear e minimalista, os perfis também podem ser utilizados nesses espaços. Vão deixar a varanda e sacada com um aspecto moderno, com conforto visual e sofisticação na medida certa.
  • Embutidos e Luminária Mix – Os embutidos podem fazer a iluminação geral desses ambientes ou apenas a iluminação pontual, dependendo da angulação de luz, conforme já dissemos. Existem ainda luminárias Mix, que proporcionam na mesma peça luz difusa e luz pontual e também podem ser usadas em varandas e sacadas.

Outras luminárias já mencionadas e outros ambientes também se encaixam aqui, caso das arandelas e fitas de LED, e luminárias de piso.

Iluminação e decoração de Varandas

Iluminação e decoração de Varandas – Fonte: Casa Vogue

Leia Também >>> Dicas de decoração e iluminação para varandas

 

Varanda Gourmet

Esse espaço geralmente é destinado para receber amigos e descontrair, em momentos de churrasco, por exemplo. Também pode estar integrado com a área da piscina ou quintal, e nos apartamentos, com a sala de estar.

A decoração segue o mesmo padrão da varanda comum, mas deve priorizar a praticidade.

No lugar da mesa, pode-se investir em bancadas que acomodem objetos e alimentos quentes e frios. 

Os outros itens como quadros, plantas e poltronas também podem ser mantidos, com equilíbrio, para não poluir visualmente o ambiente com excessos na decoração.

A iluminação desta área é bem versátil e uma boa opção é investir em composições de pendentes para decorar as bancadas e embutidos ou perfis de LED para iluminar de forma geral.

Fitas de LED sob o armário também são ótimas opções para iluminar a área de trabalho.

Varanda Gourmet

Varanda Gourmet

 

Garagens

As garagens são destinadas apenas para a permanência dos veículos, entrada e saída. Sendo assim, não há a necessidade de muitos elementos decorativos, porém, nada impede que você personalize esse ambiente conforme o seu gosto e estilo.

A iluminação deve ser precisa e iluminar de forma geral.

Podem ser utilizadas placas ou painéis de LED, spots de embutir ou sobrepor e também lâmpadas tubulares. Os embutidos de solo e balizadores também podem ser utilizados nesses espaços.

Caso a garagem seja ampla e você queira delimitar vagas, os perfis de LED embutidos no solo também são opções bonitas e modernas.

Iluminação de Garagem

Iluminação de Garagem

Ponto de atenção para iluminação e decoração da área externa

Existe um ponto comum a todos os itens citados na decoração e iluminação da área externa: o índice de proteção.

O índice de proteção é o fator que determina as situações pelas quais um material pode ser exposto, por exemplo, água (gotas, jatos ou submersão ), poeira, impactos, entre outros.

Sendo assim, no ato da compra é preciso ter muita atenção e clareza quanto ao uso do objeto em questão para evitar danos e acidentes, como choques, por exemplo.

No vídeo abaixo o designer Bruno Mantovani nos explica um pouco mais sobre o Índice de Proteção (IP).

 

Iluminação externa x economia

Sabemos que o atual momento exige redução de custos e no que for possível, economia.

Aqui traremos duas dicas essenciais para economizar na iluminação externa:

1º Escolha das Luminárias – Ao realizar as compras, opte por luminárias que tenham alta eficiência luminosa e baixo consumo de energia, e sempre que possível priorize o uso de lâmpadas e luminárias de LED.

Invista em sensores de presença – Os sensores automatizados farão com que as luzes se acendam apenas com a presença de pessoas, e desta forma as luzes não serão acesas de forma desnecessária.

 

Contrate profissionais especializados

Finalizando nosso artigo, deixamos uma dica frequente por aqui: Conte sempre com a orientação profissional para não comprometer a parte estrutural ou elétrica do seu imóvel.

Desta forma seu espaço ficará além de lindo e aconchegante, seguro.

Quer projetar a iluminação de sua área externa? Fale Conosco!

 

Gostou deste artigo? Compartilhe-o em suas redes sociais, para que mais pessoas possam conferir estas dicas!

Convidamos você também para visitar a nossa loja física ou a nossa loja virtual

Siga-nos em todas as redes sociais:

YouTube: Luz, Decor & Ação!
Instagram: Empório Luz Design
Instagram 2: Bruno Mantovani Design
Facebook: Empório Luz Design
Facebook 2: Luz, Decor & Ação!
Pinterest: Empório Luz Design
Twitter: Empório Luz Design




Deixe seu comentário


Siga-nos no Instagram

Luz, Decor e Ação Bruno Mantovani

Acompanhe no YouTube

Toda terça às 19h

Inscreva-se

Compre em nossa loja virtual e receba no conforto da sua casa.